Facilitador de aprendizagem: o que é e como funciona?

5 minutos para ler

A educação é uma área muito dinâmica que está sempre se renovando e mudando para acompanhar todas as transformações do mundo. Sabemos como é difícil se manter atualizado e aplicar todas essas novidades em sua escola, certo? Por isso, neste texto, falaremos sobre o surgimento de um conceito que vem tomando cada vez mais força: o facilitador de aprendizagem.

Afinal, o que é o facilitador de aprendizagem? O que ele faz? Os facilitadores substituirão os educadores? Se você também compartilha essas questões, veio ao lugar certo. Neste texto, encontrará as respostas para todas essas perguntas.

O que é um facilitador de aprendizagem?

Os facilitadores de aprendizagem, como o nome sugere, são responsáveis por criar um ambiente propício à aquisição de novas informações e, assim, facilitar a aprendizagem.

É importante ter em mente que pessoas aprendem de formas diferentes. Enquanto alguns não conseguem estudar sem fazer anotações, outros são apegados à leitura ou à prática com exercícios. Além disso, o ritmo também é algo muito particular: existem estudantes que conseguem absorver uma informação nova muito rapidamente, no entanto, também existem aqueles que têm um ritmo de aprendizado um pouco mais lento.

O facilitador de aprendizagem respeita essa realidade que nós acabamos de descrever.

Ele identifica as características de seus alunos e dá a eles autonomia para aprenderem da forma que for mais conveniente.

Dentro de uma sala de aula, os estudantes são os protagonistas e os facilitadores são os guias deste protagonismo.

Quais as diferenças entre um facilitador de aprendizagem e um professor?

Independentemente da área na qual atuam, os professores podem optar por adotarem uma abordagem mais facilitadora. Portanto, todo facilitador é um professor, mas nem todo professor é facilitador.

Em uma sala de aula, hoje, os professores são as peças mais importantes, e os estudantes assumem o papel secundário. Esse cenário está mudando aos poucos, no entanto, isso é o que ainda acontece na maioria das escolas. O objetivo desses profissionais é transmitir a informação para os alunos que precisam se dedicar para atender às expectativas do professor, dos pais, do mercado. Além disso, o professor impõe a forma de ensino que ele julga ser mais adequada.

Os facilitadores, por sua vez, focam na aprendizagem e não na forma como os alunos vão assimilar o conhecimento. Afinal, como nós dissemos, cada um aprende de uma forma e em um ritmo diferente.

O objetivo do facilitador é criar as condições necessárias dentro de uma sala de aula para que os alunos sigam seu próprio percurso de aprendizagem atentando-se mais ao processo do que ao resultado, apenas. Inclusive cuidando do campo socioemocional de todo o grupo ao mesmo tempo.

O que faz um facilitador de aprendizagem dentro de uma sala de aula?

Agora que você já entendeu melhor qual é o conceito de facilitador de aprendizagem, vamos falar sobre quais são as suas funções.

De forma geral, a facilitação no ambiente da educação contribui para que os educadores tenham condições de utilizar as novas metodologias e inovações em sala de aula de forma mais fluida e significativa. Tudo isso sem deixar de se atentar ao grupo e a cada estudante individualmente.

Criação de um ambiente de aprendizagem

A principal característica dos profissionais facilitadores é que eles conseguem criar ambientes de aprendizagem oportunos. Muitos estudantes ainda estão muito acostumados ao tradicional modelo de ensino, no qual o professor é o dono da razão e os alunos precisam escutar as suas aulas.

O facilitador cria ambientes mais interativos, nos quais ele é apenas o mediador da situação. Um exemplo seria um professor de geografia que propõe uma forma de avaliação diferente, que não seja baseada em provas e qualificação com nota, ponderando dinâmicas divertidas, envolventes e adequadas para cada momento desta avaliação, ora cheia de energia e alegria, ora demandando mais atenção e concentração de cada estudante individualmente.

Encorajamento e estímulo à melhoria

Um dos grandes diferenciais do facilitador de aprendizagem é que ele também assume o papel de injetar ânimo em seus alunos. Hoje em dia, grande parte dos estudantes são desanimados e sem perspectiva. Por isso, a presença de um facilitador é tão importante.

Em vez de julgar notas, o facilitador leva em consideração as pequenas conquistas de seus alunos. O professor facilitador mostra ao seu aluno que ele está conseguindo se superar e melhorar continuamente, pois julgar a capacidade de uma pessoa apenas por uma nota pode ser um ato desencorajador.

Fomento de novas informações

Assim como todo bom profissional da educação, o facilitador deve incentivar os estudantes a adquirirem novos conhecimentos. O foco de atuação do profissional facilitador é socioemocional e não apenas curricular.

Agora que você já conheceu um pouco mais sobre facilitação de aprendizagem, o que você e a sua equipe têm feito para se tornarem agentes relevantes no cenário atual da educação? Aqui temos um outro artigo, onde demonstramos o jeito Electi de preparar os educadores para esse novo tipo de abordagem, pautada em mais de 7 anos de experiência.

Quer saber mais sobre o assunto e construir grandes facilitadores? Então, entre em contato conosco e conheça mais sobre o nosso trabalho!

Você também pode gostar

Deixe um comentário