Gestão educacional eficiente: como fazer em novos modelos de escola?

6 minutos para ler

O ato de analisar os processos educacionais de uma instituição de ensino com o objetivo de otimizá-los é chamado de gestão educacional. Embora o conceito seja bem simples, colocar essa ideia em prática é um grande desafio para a maioria dos gestores.

O mundo está mudando muito rápido, tanto que os modelos de escolas que existem hoje já estão ficando ultrapassados. Também é trabalho do gestor educacional perceber esse tipo de cenário e programar a sua instituição para se adequar às mudanças do mundo moderno.

Pensando nisso, criamos este texto com várias dicas de gestão educacional para você realizar mudanças positivas na sua escola. Quer saber mais? Então continue com a leitura!

Mantenha a sua equipe bem informada

Toda escola é formada por vários profissionais de áreas diferentes que trabalham juntos para atingir o mesmo objetivo. Uma pessoa sozinha não é capaz de comandar e cuidar de uma instituição de ensino, por isso, um bom gestor deve conversar com sua equipe e mantê-la bem informada sobre as mudanças pelas quais a escola vai passar.

Ao dividir informações com a sua equipe, você está demonstrando honestidade e provando que confia nos profissionais que trabalham ao seu lado. Dessa forma, todos se sentirão bem e provavelmente aceitarão mais fácil as mudanças que você pretende propor.

Muitos gestores insistem em esconder fatos e detalhes de sua equipe. Esse é um erro muito grave e que pode gerar conflitos difíceis de serem resolvidos. A grande verdade é que você precisa da participação de todos os profissionais da sua equipe docente para colocar em prática as suas propostas para melhorar a sua escola.

É preciso mostrar que a opinião de todos importa e que as decisões são tomadas de uma forma democrática, afinal, ninguém gosta de autoritarismo. Tenha sempre em mente que educadores satisfeitos e motivados estão mais propensos a aceitar mudanças e contribuir de forma participativa.

Foque na satisfação dos seus alunos

Alguns gestores ficam tão perdidos em questões burocráticas, administrativas e financeiras que se esquecem do mais importante: o aluno, afinal, a escola existe para recebê-los e prepará-los para o mundo.

Uma instituição de ensino deve ter sempre como foco a aprendizagem do aluno e não a competitividade no mercado ou o lucro. Todas as ações de um gestor têm que buscar melhorar o ambiente de ensino e proporcionar melhores condições para que os jovens possam adquirir novos conhecimentos, melhorar suas competências e descobrir novas habilidades.

Uma boa forma de garantir que o seu planejamento está dando certo é conversando com os principais afetados, ou seja, os alunos. Pergunte para os representantes de turma se eles estão satisfeitos com o método de ensino e, se não, o que pode ser feito para melhorar. É claro que muitos alunos farão propostas absurdas, por isso, você deve filtrar as informações e colher apenas o que for realmente interessante. Mas valorize também ideias fora da caixa, podem ser valiosas!

Esteja aberto às novidades

Atualmente, nós vivemos em uma sociedade muito moderna e tecnológica. Novidades surgem todos os dias e quem não acompanha as tendências acaba ficando para trás — isso pode ser aplicado às empresas e indústrias de todos os tamanhos e setores, principalmente para a área da educação.

Uma escola moderna que faz uso da tecnologia para aprimorar os processos de ensino é uma instituição vista com bons olhos, tanto pelos estudantes e seus pais quanto pela concorrência, pois isso indica que a instituição está mesmo preocupada com a qualidade.

Com tanta novidade aparecendo ao mesmo tempo, é normal que você fique perdido. Para fazer uma boa gestão educacional, é necessário analisar e filtrar todas essas novas tecnologias para identificar quais delas são apenas uma tendência passageira e quais podem realmente ajudar a melhorar a forma de ensino da sua instituição.

Saiba delegar tarefas

Um dos erros mais comumente cometido por gestores de instituições de ensino é tentar lidar com todos os problemas sozinho. Lembre-se que ninguém é capaz de fazer tudo sozinho e delegar tarefas não faz de você um mau gestor — pelo contrário, essa é uma atitude humilde, inteligente e responsável.

O ideal é dividir as responsabilidades com os demais profissionais competentes em cada um dos setores da instituição: como os contadores, administradores, secretários, coordenadores e educadores. Dessa forma, você evita se sobrecarregar e melhora o gerenciamento dos recursos da instituição, afinal, várias mentes juntas conseguem pensar melhor do que uma.

Tenha uma boa comunicação com os pais ou responsáveis

Saber o que acontece dentro da instituição onde seu filho estuda é um direito de todo pai, por isso, manter uma boa comunicação com os responsáveis é uma tarefa muito importante para a gestão educacional.

Essa comunicação pode ser feita por meio de reuniões presenciais periódicas ou por meio de artifícios modernos, como o uso de WhatsApp. Lembre-se que a escola é feita para os estudantes, mas o maior compromisso é com os pais, afinal, são eles quem escolhem onde seus filhos vão estudar.

Invista em treinamentos

Uma das principais dificuldades dos gestores é conseguir o apoio do corpo docente para inserir uma mudança na forma de ensino. É normal que os gestores e educadores tenham ideias divergentes, no entanto, todos os setores precisam estar com os objetivos alinhados para que a instituição melhore cada dia mais.

Para que mudanças efetivas aconteçam, você deve começar investindo nas pessoas que fazem parte da sua instituição, como os educadores, administradores, coordenadores, entre outros.

Uma das melhores maneiras de proporcionar mudanças dentro da sua instituição e conseguir o apoio de todos os profissionais envolvidos é oferecendo treinamentos, eventos, palestras e workshops para qualificar todas as pessoas que trabalham na sua escola. Dessa forma, essas pessoas estarão preparadas para enfrentar as mudanças que você, como gestor, pretende implantar na instituição.

Fazer uma boa gestão educacional, como nós já dissemos, não é uma tarefa fácil, pois muita coisa deve ser analisada, estudada, planejada e executada. No entanto, se você seguir todas as dicas que nós citamos neste texto, temos certeza que a gestão da sua escola será muito mais simples.

Gostou deste texto? Quer ler mais dicas sobre a área da educação? Então nos siga nas redes sociais e não perca nenhuma das nossas postagens! Nós estamos presentes no LinkedIn, Facebook, YouTube e Instagram.

Você também pode gostar

Um comentário em “Gestão educacional eficiente: como fazer em novos modelos de escola?

  1. Sou orientadora do Cenlep
    Agradeço todo o conteúdo postado por vcs….
    Estamos vivenciando um início de grandes mudanças e transformações e precisamos muito aprender com elas…

Deixe um comentário